Por Juliano de Pizzol 

 

O Touro Ferdinando dá um olé na desumana tourada espanhola

O novo longa animado do diretor brasileiro Carlos Saldanha nos apresenta o inocente touro Ferdinando que, assim como seu pai, foi criado em uma fazenda para se tornar o mais forte adversário dos matadores espanhóis, mas que desde bezerro demonstra ter um temperamento pacífico, mais interessado em cheirar flores do que bufar e bater chifres com seus amigos.

Tecnicamente impecável, a animação 3D esbanja em cores e detalhes, mostrando o quanto a indústria evoluiu desde Toy Story 3. Desde a textura dos objetos, a profundidade de cena e o comportamento da luz, até a crina dos cavalos que se movem individualmente dando uma resposta mais fluída e natural aos movimentos dos personagens, tudo em O Touro Ferdinando possui a cara de um projeto de ponta trabalhado com muito apreço aos mínimos detalhes, jogando na tela belíssimas imagens em terceira dimensão, resultado obtido pela união entre as produtoras Blue Sky Studios e 20th Centuty Fox Animations.



Anteriormente ilustrando em A Era de Gelo o grande número de espécies extintas durante a era glacial, e posteriormente em Rio, tratando do tema da extinção de espécies pela ação do homem, Carlos Saldanha aborda novamente de modo leve e espirituoso uma temática um tanto delicada; o destino de bovinos criados para fins de entretenimento cruel ou de consumo pelo homem.

Sem apelar à violência gráfica, a animação procura falar deste tema com muito bom humor e, imbuído de um espírito esperançoso, O Touro Ferdinando traz às crianças a vergonhosa verdade sobre as cruéis touradas espanholas, onde imponentes animais são subjugados com violência e pompa, denotando excessivo grau de refinamento e crueldade dos quais o ser humano é capaz enquanto se vangloria de tal ato obsceno em uma explosão de egocentrismo descabido.

Representando simbolicamente uma grande força natural na forma de um imenso touro negro, Ferdinando nos ensina que a natureza apenas se rebela contra nós quando estimulada negativamente, e nos deixa torcendo pelo fim das touradas, com a certeza de um dia ver o matador levando a pior, e o touro em seu lugar, renunciando à violência e correndo livre por campos mais floridos.

O Touro Ferdinando

De Carlos Saldanha.

Animação/Comédia/Aventura, EUA, 108 min, Livre.

Estréia 11 de Janeiro.

Share.

About Author

Arte em fragmentos sendo registrado pelo jornalismo independente. Reunião de ideias bagunçadas de estudantes de jornalismo.

Leave A Reply